Arquivo para maio \28\UTC 2010

auto-retrato

Eu queria fazer da minha alma branca uma tela
Uma aquarela de cores claras e suaves, mas muito vivas
Onde se perdesse a vista na vastidão de uma paisagem distante
Um entardecer de outono no campo ou nas montanhas
O céu todo em matizes, do azul mais claro ao vermelho quase alaranjado
O sol agradavelmente ameno, acariciado pelas nuvens
Uma atmosfera leve, alegre, calma, tranquila, serena
E um horizonte infinito, sem contornos, sem limites…
Eu queria fazer da minha alma branca uma aquarela!

da comunicação, do amor e da vida

A verdade é que eu gosto de me comunicar, e gosto muito, amo! Portanto, detesto quem não se comunica ou se comunica muito pouco. Aqueles que não se comunicam acho que é porque não amam e porque estão mortos, ao menos em algum sentido. Para mim viver é amar, e amar é estar em comunicação.